ATIVIDADE PARA LEMBRAR O DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE FOI REALIZADA EM ESCOLA MUNICIPAL

Na terça-feira, dia 05 de junho, as Biólogas CRISTIANE TIEPO e ANDRESA SOLDATELI, acompanhadas da professora Marta Lunelli e da Secretária de Educação Maria de Lourdes, estiveram na Escola Municipal de Ensino Fundamental João Dal Piva, onde as Biólogas conversaram com os alunos do primeiro ao quinto ano, tratando da temática Meio Ambiente.

Em suas falas as Biólogas enfatizaram que as pessoas também fazem parte do meio ambiente e, que por isso, também precisam ajudar a conservá-lo, uma vez que dependemos da manutenção dos recursos naturais para nossa sobrevivência.

Assim, os alunos foram instigados a citar como cada um pode contribuir para manter e melhorar o meio ambiente, assim, foram ouvidas as repostas de: não jogar lixo no chão, nos rios; não cortar árvores; não maltratar os animais. Após ouvir suas respostas, foi frisado aos alunos que suas próprias ações influenciam na melhoria da qualidade do meio ambiente através de hábitos de consumo consciente, como: apagar as luzes; escovar os dentes com a torneira fechada; não utilizar água potável para lavar calçadas, para isso, pode ser utilizada a água que restou na máquina de lavar roupa ou a água da chuva; não utilizar canudinhos para tomar bebidas, pois é um material que demora a decompor-se e tem provocado a morte de diversas espécies marinhas, como, por exemplo, as tartarugas; que os cotonetes também são um material poluente que não tem reciclagem; hábitos de consumo mais consciente quanto à compra e o descarte de roupas, pois para fabricar uma calça jeans gasta-se 10.000 litros de água, assim foi incentivado aos alunos que adquiram ou vendam suas roupas em brechós, que doem suas roupas ou mesmo as transformem em outras peças ainda úteis (“upcycling”), neste ponto, alguns alunos citaram exemplos práticos que já ocorrem em suas casas.

A Bióloga Andresa Soldateli também disponibilizou para que os estudantes vissem quadros e fotografias da sua coletânea particular de registros de aves. Em suas observações Andresa fotografou 65 espécies diferentes de aves em Ibiraiaras, ela ainda destacou que muitas aves apesar de terem sido avistadas não puderam ser fotografadas. Esse intenso trabalho de campo demonstra a importância da preservação de nossa biodiversidade local, uma vez que o número de espécies registradas foi maior que o esperado inicialmente.

Com as informações aqui apresentadas concluímos e enfatizamos que as pequenas ações individuais contribuem muito para a melhoria da qualidade do meio local e, assim, a mensagem final das Biólogas foi que elas contam com os alunos a partir de então para ajudar a cuidar do meio ambiente.

(Fotos: Jociane Spagnol – Assessora de Imprensa; Texto: Cristiane Tiepo – Bióloga)

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ibiraiaras